ANTIPROGRAMA 10: Jack Kirby e Jerry Siegel versus Marvel e DC

Desta vez um programa quase atípico com um monte de discussões quase atípicas! Sandy e o prazer! Os processos de Kirby e Siegel contra a Marvel e a DC! As idiotices de Grant Morrison! Origens dos super-heróis recontadas pela centésima vez! A Marvel imitando a DC! O Escudo do Capitão América! Batalha Naval: o Filme! A nova Liga da Justiça de Jim Lee e Geoff Johns e a nova DC! Tom Cruise, o gostoso! Taylor Kitsch, o mais gostoso! Chris Evans, o outro gostoso e bom autor! Mussum, o grande! E mais: comentamos os comentários dos nossos leitores!

Acompanhe o papo de louco de Maurício Muniz, Benedito Nicolau, Alvaro Omine e Marcelo Fernandes em mais uma seção de nerdices, humor e palavrões! Aliás, fique esperto! O Antiprograma é indicado para maiores de 18 anos.

Aproveite a última chance pra ganhar a graphic novel que inspirou O CORVO!

Ouça o Antiprograma clicando na janela abaixo ou baixando o arquivo em MP3, clicando AQUI!

14 comentários sobre “ANTIPROGRAMA 10: Jack Kirby e Jerry Siegel versus Marvel e DC

  1. Promoção:
    para mim o melhor filme de herói é Batman,The Dark Knight, por que mostra que um herói de verdade tem que fazer sacrifícios(quando batman assume a culpa dos crimes de Harvey Dent) e que o herói é importante não por que combate o crime e sim porque inspira as pessoas a fazer o que é certo.

  2. Homem de Ferro é na minha opinião o melhor filme de super-herói. Isso porque não só o filme é uma ótima mistura entre ação e humor, mas também por que pegou um herói B dos quadrinhos e criou um filme divertido e que com certeza ficou marcado na memória de muitos dos que o assistiram.

  3. Sacanagem isso do Grant Morrison mandar o fã parar de comprar gibi de super-heroi. Lembrei de uma cena de THE WIRE, onde um traficante esculacha outro por ter tratado mal o moleque que acabou de comprar o bagulho com ele. ‘Em nenhum tipo de negócio o cliente é tratado assim’, ele diz, mais ou menos (faz tempo que assisti).

    Legal vocês comentarem os comentários dos ouvintes. Juro que ainda não acredito na história do discurso da Supermoça morrendo. Vou desenterrar meu exemplar de SuperPowers nº 5 e comparar com o original pra ver o que aquele cara inventou.

    Maurício, o Criminal é legal sim, pode ler sem medo. O que eu detestei na edição nacional nem foi o excesso de gírias, foi o fato do tradutor colocar gíria onde ela não existe no original! Isso eu achei o cúmulo. Parei de comprar TPs nacionais, e já comecei comprando uns TPs gringos muito legais: JLA Deluxe Edition do Morrison, em 4 volumes, lindos e maravilhosos, mais um livrão sensacional chamado “X-Factor – Famous, Mutant & Mortal”, com toda a fase de Peter Milligan e Mike Allred, e o primeiro volume do Orion, de Walter Simonson. Este é o mais simplão, não tem papel couchê nem sobrecapa, mas como só saiu aqui no Brasil em formatinho, tá valendo.

    Não vou participar desta promoção porque já tenho um TP gringo do Corvo, que comprei faz bastante tempo, na época do filme, acho. Na próxima eu participo! O programa pareceu curto demais, tava muito legal. Sem pauta fica mais divertido, a bagunça aumenta. Já tô aguardando o próximo!

  4. Quanto ao escudo do Capitão América, nos quadrinhos ele é feito de uma liga de Vibranium/Adamantium feita nos anos 40 uma única vez (por que o Vigia interferiu para criar o escudo que seria de Steve Rogers). No filme, o escudo escolhido foi o protótipo, ele é só de Vibranium, construido por Howard Stark.No filme Ironman II, o escudo mostrado é um dos escudos “melhorados” por H.Stark (com repulsão magnética e giroscópios).
    Queria comentar que gostei da atuação do Chris Evans, ele foi convicente como o Capitão.E o caveira foi exatamente o que imaginei, atuação perfeita.

    Gostaria de recomendar o filme dos Smurfs, fui com meu filho assistir a sessão em 3D, e ele adorou. A todo instante ele estendia as mãos tentando alcançar as imagens.

    Benê, em vez da Sandy, que tal o genérico?
    http://www.cogumelolouco.com/fotos-da-claudia-cacau-ex-bbb-10-no-paparazzo/

  5. “Olha, se você está exausto de ler essas coisas, deveria parar de ler gibi de super-herói”… Brincadeira! Eu gosto do Morrison, mas se eu fosse o cara que fez a pergunta na platéia iria mandar ele tomar no “forévis” (Viva o Mussum!).

  6. O mal entendido sobre Galactica já foi resolvido pelo Trigo, foi por causa do tal Yamato mesmo.
    Mas que baguncinha supimpa vcs fazem meninos!!!
    Queria dar uma dica, quem não assistiu ainda Super 8, vá agora! Além de ser um filme muito bem feito, teve uma cena de ação (não vou falar qual pra não spoilizar) que deu vontade de levantar os braços no cinema e GRITAR: YES! YES! \o/. Acho q só akela cena compensa a falta delas no Cap. América, viu Maurício rss.
    Ah, pelo amor de Santa Izildinha da Bicicletinha, não aguenta mais ouvir falar da Sandy! Deixa a mulher fazer o que ela quizer, ou não!!!!

  7. Como assim acabar o antiprograma!?! Por favor, não faça isso. Para você ter uma idéia de como é um tempo útil que vcs gastam, acabei de conhece-los (faz um mês), estou ouvindo todos os antiprogramas desde o início (vou trabalhar todo dia ouvindo vcs no carro) e por conta do antiprograma voltei a comprar HQs, coisa que não fazia faz muito tempo e não pretendo mais parar. Tá certo que entrei em uma pequena fria ao comprar o “Marvel Terror” na esperança de que fosse matar as saudades da “Mestres do Terror” (kkkk – friso que não foi indicação de vcs). Inocência minha, mas o saldo tem sido bem positivo neste retorno aos quadrinhos (como fiquei muito tempo semi-afastado tem muita coisa boa para ler). Mas me deixe fazer uma pergunta: acabei de reler a mini série do Miller: “Elektra Assassina” (que recomprei) e achei muito ruim (na época em que lançou achei de médio para ruim e eu era criança). faltou percepção de minha parte, o conceito da série ficou velho e brega ou não é bom mesmo? Grande abraço.

  8. Gustavo,

    Vou dar mais uma chance pro CRIMINAL. De qualquer forma, tá aqui na pilha.

    E você curtiu o esquema bagunçado? Bom saber! Não é todo mundo que curte…

    Abraço!

    Maurício

  9. Trigo, isto aqui é um site familiar! Para de indicar essas coisas aqui!

    Contagem regressiva pro Benê me xingar: 5, 4, 3, 2, 1…

    Abraço!

    Maurício

  10. Caio e Gustavo:

    O Morrison é uma besta de vez em quando. Gosto dele em algumas coisas, mas vá ter “Ego, o Planeta Vivo” assim no inferno!

    Jéssica,

    Nós somos bagunçados, mas somos limpinhos! Sobre SUPER 8, eu gostei… mas (pra variar) achei que se perdeu no final. Como diz o Gustavo, o final é meio “Tchau, ET. Você tava comendo a gente, mas nós te amamos!” Ficou estranho. Fora que a concepção visual do bicho é bem estranha. Resumindo: pra mim SUPER 8 começa como TUBARÃO e acaba como ET… pra mim, não encaixou direito, as tramas se misturaram mais. Nota: 3,5 estrelas.

    Mas conta: qual é a cena do YES! YES! YES!???

    Guilherme,

    Que bom que alguém curte esta zorra! Agora, você viu que, na primeira fase do site, tem mais de 20 programas perdidos ao longo do tempo?

    Abraços,

    Maurício Muniz

  11. Maurício, eh o bicho papão que atormentava o pequeno JJ quando criança! Todo filme dele q tiver um monstro vai ser daquele jeito… De qualquer forma, eu preferi desconsiderar as coisas que me incomodaram no filme e preferi curtir com meu lado saudosista e fã dos dois diretores, afinal o filme faz referência clara a um dos meus filmes favoritos: Stand By Me (fora tantos outros dos 80’s). Tem filme que não me permite despir-me do lado tiete ¬¬’
    Obviamente a cena do trem se estraçalhando não foi tão boa pra vc quanto foi pra mim, senão vc não perguntaria qual foi. Aliás, sugestão de listinha: Qual melhor cena de ação/acidente/afins para vcs? Fiquei curiosa🙂

  12. Jéssica,

    Eu adorei o desastre do trem, mas pra mim não foi “cena Yes”, pra mim foi cena “Puta merda, sai daí, galera!” Mas gostei bastante. Na verdade, até o meio de SUPER 8 eu já queria comprar o DVD… mas, quando cheguei ao final, minha empolgação já tinha diminuído muito. Mas eu exigente demais, segundo alguns, e véio e chato demais, segundo outros…

    Pra mim, melhor cena de ação do universo é a do caminho, em CAÇADORES DA ARCA PERDIDA, que é meu filme favorito no universo até hoje. Vou perguntar pra galera os deles, na próxima gravação.

    Maurício Muniz

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s