Ridley Scott dirigindo “Admirável Mundo Novo”

Diretor de Blade Runner e Alien em adaptação de clássico da Ficção Científica?

Giorgio Xenofonte

O diretor Ridley Scott (Blade Runner, Gladiador) deu uma entrevista para o site io9, revelando que a produtora de Leonardo DiCaprio o procurou com a intenção de levar às telonas uma adaptação do clássico da literatura sci-fi e mundial Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley.

Segundo Scott, o projeto ainda está em um estágio incial de desenvolvimento e ele está “lutando com o roteiro” pois, para adaptar uma obra de tamanha importância é necessário muito trabalho. E, às vezes, um pouco de sorte, já que mesmo um bom escritor pode ser incapaz de escrever algo à altura do livro, levando a produção a jogar tudo fora e ter que começar novamente.

– A coisa mais difícil é conseguir colocá-la (a adaptação) no papel – afirmou o diretor. – É um grande desafio, na verdade. Porque, quando você olha para os dois grandes visionários nesta matéria, naquele momento… seriam Huxley e Orwell, e isto há 60 ou 75 anos atrás. Eles fizeram previsões às quais, em certo sentido, não estavam cientes à época. Mas eram previsões.

Para quem não conhece, Admirável Mundo Novo é uma obra de 1932 que se passa em Londres, no ano de 2540 (ou “632 Depois de Ford”, no livro) e antecipa uma série de desenvolvimentos tecnológicos e sociais que vemos hoje, como a inseminação artificial, a neurolinguística, a especialização do conhecimento. No livro, Huxley criou uma Utopia (ou pelo menos um tipo dela), onde a humanidade vive em uma limpa, saudável, livre e avançada sociedade, com a pobreza eleminada e todos vivendo felizes graças às drogas alucinógenas fornecidas pelo Estado. Tudo conseguido graças à eliminação de tudo que dê ao ser humano a noção de “identidade”.  Família, cultura, arte, literatura, ciência, religião: tudo é suprimido em nome da sociedade como um todo.

A obra já foi adaptada várias vezes, para rádio, cinema e a última para a TV em 1998, com a participação de Leonard Nimoy (o Spock de Star Trek).

Se o projeto realmente for em frente, quem sabe tenhamos em breve um filme que rivalize as outras grandes obras de Scott no território da ficção científica: Blade Runner e Alien.

Anúncios

7 comentários sobre “Ridley Scott dirigindo “Admirável Mundo Novo”

  1. “a humanidade vive em uma limpa, saudável, livre e avançada sociedade, com a pobreza eleminada e todos vivendo felizes graças às drogas alucinógenas fornecidas pelo Estado. Tudo conseguido graças à eliminação de tudo que dê ao ser humano a noção de “identidade”. Família, cultura, arte, literatura, ciência, religião: tudo é suprimido em nome da sociedade como um todo.”

    Isso me lembra um pouco o filme EQUILIBRIUM com Christian bale e também, outro pouco, THX-1138.

  2. “a humanidade vive em uma limpa, saudável, livre e avançada sociedade, com a pobreza eleminada e todos vivendo felizes graças às drogas alucinógenas fornecidas pelo Estado. Tudo conseguido graças à eliminação de tudo que dê ao ser humano a noção de “identidade”. Família, cultura, arte, literatura, ciência, religião: tudo é suprimido em nome da sociedade como um todo.”

    Isso me lembra um pouco o filme EQUILIBRIUM com Christian Bale

    [2]

  3. Praticamente todos os filmes sobre futuros “autoritários” são baseados no 1984 do Orwell e no Admirável… do Huxley.
    Mas o Equilibrium parece mais com 1984, porque no Admirável…, apesar do que está aí em cima, as pessoas não se sentem oprimidas, elas se sentem “bem”, pq ficam o tempo inteiro “dopados”… O Admirável tá mais para uma sociedade hedonista e alienada do que para o regime autoritário de Equilibrium.

  4. Rodrigo não penses que o Admiravél Mundo Novo foi baseado nos filmes que viste, aliás, diz-se que o livro é de 1932.
    EQUILIBRIUM é uma mistura de Admirável Mundo Novo, de Huxley, de 1984, de Orwel, e de Fahrenheit 451, de Bradbury. Do primeiro tem a sociedade maquinizada pela droga e vivendo em calma e felicidade, do segundo o governo opressor e voyeur que altera a história convenientemente a seu prazer e mantém a todos sob rédeas curtas, pondo todos a vigiar a todos, do terceiro a supressão da arte e a morte da individualidade.

  5. Olá,
    pessoal,
    vocês estão passando por cima de algo importantíssimo no filme. Existe a sociedade marginalizada da superfície, onde nada mudou. Esgoto a céu aberto, doença, onde a gravidez ainda existe, pobreza; realidade totalmente adversa do povo alienado pela droga.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s