Anti-Debate: O Fim do Casamento do Homem-Aranha é um sinal do fim dos Quadrinhos? (em Áudio)

aranha.jpg

O Antigravidade dá início a seus debates em áudio com um dos temas mais polêmicos da cultura pop na atualidade: o “cancelamento” do casamento do Homem-Aranha e de Mary Jane após 20 anos. O editor e jornalista Maurício Muniz; o organizador do evento “HQ & Cultura” e colaborador da Revista Mundo dos Super-Heróis, Benedito Nicolau; e o desenhista, profissional dos quadrinhos e co-editor do Antigravidade, Alvaro Omine, discutem se a decisão do editor Joe Quesada e do roteirista J. Michael Straczynski em eliminar de maneira “mágica” o casamento do herói é mais uma prova de que as coisas não vão bem para as histórias em quadrinhos.

omd_spider-man-final.jpgAtenção: versão sem censura (ou seja: se você fica ofendido com palavrões e xingamentos, é melhor não escutar!)!

Para conferir o Debate Antigravidade, clique AQUI ou na foto acima!

O DEBATE ESTÁ DIVIDIDO EM QUATRO PARTES, TODAS DISPONÍVEIS NAS JANELAS ABAIXO. CLIQUE EM CADA UMA DAS PARTES PARA OUVIR E ACOMPANHE AS IMAGENS ILUSTRATIVAS!

PARTE UM (O fim do casamento do Aranha! Os erros de Joe Quesada! O caso de Gwen Stacy com Norman Osborn! A morte do Capitão América):

PARTE DOIS (Brian Michal Bendis! A falta de criatividade nos quadrinhos atuais! Os casamentos nos Quadrinhos! A Morte do Super-Homem):

PARTE TRÊS (O Marketing nos Quadrinhos! Crise Infinita! Justiça, de Alex Ross! DC: A Nova Fronteira):

PARTE QUATRO (A Invasão Secreta dos Skrulls! Escritores que não têm nada a dizer! Os Surpreendentes X-Men! O fim dos Quadrinhos… ou não?!):

anuncio-fa.jpg

 

5 comentários sobre “Anti-Debate: O Fim do Casamento do Homem-Aranha é um sinal do fim dos Quadrinhos? (em Áudio)

  1. Mto bom, pra ser melhor só se fosse tudo junto em um podcast em mp3, pra eu poder escutar no caminho pro trabalho no iPod.

    Observações, fala-se muito sobre a falta de originalidade. Acho q vcs passaram batidos pelo q o Grant Morrison fez em X-Men. As histórias foram bastante originais e mais do que isso, mudaram o status do universo mutante (mesmo q temporariamente graças a Quesada q quer deixar tudo do jeito de antigamente). Diria o mesmo de J.M.S. em Homem-Aranha. Embora algumas histórias tenham sido fracas, as primeiras foram boas, e originais.

    As histórias do Demolidor e do Capitão América podem até ser inspiradas em outras histórias anteriores, mas o que conta é que elas são bem escritas, e estão (a não ser que Quesada aperte o botão de reset) levando os personagens a novos patamares.

  2. Acho que exageraram um pouco nas críticas, nem sequer citaram a Guerra Civil, talvez porque não poderiam ficar repetindo que não se vê coisa nova, Guerra Civil foi coisa nova sim, herói contra herói nessas proporções nunca existiu, e o cara que falou que não consegue ler o Demolidor é por que está com o senso crítico tão elevado que não tem mais que nada que ele leia sem reclamar, quando a pessoa chega nesse nível seria melhor esquecer que a Marvel existe do que ficar metendo o malho em absolutamente tudo que é publicado. Mas a discussão foi interessante.

  3. Outra coisa, Esquadrão Supremo do JMS é muito bom, ou seja, apesar de concordar que a fase dele no Aranha não foi nenhuma maravilha, o cara não é uma nulidade como foi passado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s